Você está aqui:Home » Diáconos Permanentes

Diáconos Permanentes

A Paróquia Nossa Senhora do Divino Amor conta com dois Diáconos Permanentes.

Diácono Jorge Souza
Consagrado à Canção Nova, Diretor Espiritual das Dimensões Espiritual e Missionária em nossa Paróquia.
diaconojorge01

Diácono Edmilson Prudêncio
Diácono e Capelão, Diretor Espiritual das Dimensões Iniciação Cristã e Litúrgica em nossa Paróquia.
diaconoedmilson

O Diaconato Permanente
A ordem do diaconato, segundo o Catecismo da Igreja Católica (n. 1554), destina-se a ajudar e a servir os bispos e presbíteros. Por isso, o termo “sacerdote” designa os bispos e presbíteros, mas não os diáconos.

Diakonia é a palavra grega que define a função dos diáconos. Esta palavra significa serviço, e é de tanta importância para a Igreja, que se confere por um ato sacramental chamado “ordenação”, ou seja, pelo sacramento da Ordem.

Um diácono pode batizar, abençoar matrimônios, assistir os enfermos com o viático, celebrar a Liturgia da Palavra, pregar, evangelizar e catequizar. Porém, não pode, ao contrário do sacerdote, celebrar o sacramento da Eucaristia (Missa), confessar nem administrar a unção dos enfermos.

Com tudo o que ele pode fazer, sua ajuda é importantíssima, especialmente na época atual, na qual faltam tantas pessoas para ajudar os padres em suas tarefas.

Enquanto os sacerdotes ordenados da Igreja latina são geralmente escolhidos entre homens crentes que vivem como celibatários, ou seja, que não se casam e que têm o propósito de guardar o celibato pelo Reino dos Céus, os diáconos podem se casar.

Este diaconato permanente é um enriquecimento importante para a missão da Igreja.

Desde o Concílio Vaticano II, a Igreja latina restabeleceu o diaconato como um grau particular dentro da hierarquia, enquanto as Igrejas do Oriente sempre o mantiveram assim.

Dessa forma, os homens casados que se dedicam a ajudar a Igreja por meio da vida litúrgica, pastoral ou nas obras sociais e caritativas podem se fortalecer recebendo a ordem do diaconato, unindo-se mais intimamente ao altar, para cumprir seu ministério com maior eficácia, por meio da graça sacramental do diaconato.
Fonte: Aleteia.org

© 2014 - Paróquia Nossa Senhora do Divino Amor - Proibida Reprodução Total ou Parcial